fbpx

Como Fazer Um Plano de Marketing Digital

  1. Início
  2. Marketing Digital
  3. Artigo

Como Fazer Um Plano de Marketing Digital

Como Fazer Um Plano de Marketing Digital

Como Fazer Um Plano de Marketing Digital – Passo a Passo

Saber como fazer um plano de marketing digital é a primeira etapa para quem deseja divulgar produtos e serviços na Internet, de forma profissional.

No momento atual, o marketing online envolve literalmente dezenas de ferramentas e estratégias, e para que você possa utilizar todas estas ferramentas de forma eficiente é essencial possuir um plano de ação muito bem elaborado.

Um erro muito comum que vejo acontecer com empresas que estão entrando agora no universo do marketing digital, é sair criando campanhas em ferramentas como Google Ads ou Facebook Ads, sem que haja o menor planejamento prévio.

Posso garantir a você que isso é simplesmente jogar dinheiro fora. Como fazer um plano de marketing digital é a pedra fundamental para o sucesso nessa área, sair atirando para todos os lados é algo que não funciona.

Por isso, neste artigo vou mostrar a você as principais etapas para a criação de um plano de marketing digital, que irá orientar você na elaboração das suas estratégias e ações específicas no universo do marketing online.

Para deixar o conteúdo mais didático, dividimos os tópicos na seguinte sequência:

1 – Planejamento estratégico
2 – Definição do público que deseja impactar
3 – Análise da concorrência
4 – Definição dos canais de marketing
5 – Adequação do site
6 – Definição dos canais digitais a serem usados
7 – Plano de monitoramento de acessos e conversões
8 – Cronograma de implementação

Você verá que seguindo estes passos, você poderá elaborar um roteiro inicial de planejamento estratégico em marketing digital, que vai servir como diretriz básica na hora de colocar em prática a divulgação do seu negócio.

O passo a passo de como fazer um plano de marketing digital

Confira nos tópicos abaixo os principais pontos a serem analisados por que quer saber como fazer um plano de marketing digital de forma profissional e eficiente.

1 – Planejamento estratégico

A minha primeira orientação para quem está em busca de saber como fazer um plano de marketing digital é se manter longe do site e das ferramentas de divulgação, e totalmente imerso nas ferramentas de análise da concorrência e monitoramento de tráfego, no caso de você já ter um site.

Nos treinamentos que eu ministro, faço sempre questão de reconhecer que a parte operacional, trabalhar com as diversas ferramentas de marketing online, é bem mais sedutora do que a parte do planejamento.

O problema é que sem um plano de marketing digital bem definido, com metas e objetivos muito claros, de nada adianta sair por aí criando anúncios, perfis nas redes sociais e outras formas de divulgação online.

Neste planejamento inicial você deve definir, por exemplo:

    • Os objetivos da empresa com sua imersão no marketing digital;
    • O público-alvo e a Persona de Marketing que deseja impactar;
    • Recursos de marketing digital a serem implementados no site;
    • Definição dos canais de marketing online em que irá atuar;
    • Orçamento disponível para as ações de divulgação online;
    • Estrutura de monitoramento de resultados.

Sem estas diretrizes macro, você não consegue criar uma sinergia entre as ações de marketing digital, aumentando assim o seu potencia de geração de novos negócios.

2 – Definição do público que deseja impactar

As ferramentas de marketing digital têm progredido na direção de segmentação da veiculação do conteúdo e anúncios que são publicados em suas plataformas.

Por isso, determinar a Persona de Marketing , a caracterização detalhada do público que você deseja atingir com suas ações, é cada vez mais importante no marketing digital moderno.

Dados demográficos, como gênero e faixa etária, interesses e outras características do público, são fundamentais para que você possa direcionar as suas ações.

Como fazer um plano de marketing digital é também saber orientar as suas ações para o público que tem interesse em seu produto ou serviços, é fundamental que você dedique o tempo que for necessário a esta etapa, para ter sucesso nesta área.

3 – Análise da concorrência

Pode até parecer irônico, mas quem pode ajudar em muito você, orientando como fazer um plano de marketing digital, são justamente seus concorrentes. Isso mesmo, os caras que estão lá disputando o merco mercado consumidor!

Uma das etapas mais importantes na elaboração de um plano de marketing digital é justamente a análise da concorrência, não para que você copie o que eles estão fazendo, mas para identificar os caminhos que eles estão seguindo.

Isso pode ser feiro através de ferramentas disponíveis na Internet, como por exemplo a Similar Web, SemRush e até mesmo algumas ferramentas internas do Google Ads e também do Facebook, como Facebook Audience Insights.

Como fazer um plano de marketing digital é garimpar dados, pelo menos nestas primeiras etapas, sempre recomendo em meus cursos que os participantes invistam o tempo que for necessário para explorarem estas ferramentas e coletarem informações sobre seus concorrentes, o que chamamos de análise competitiva em marketing digital.

4 – Definição dos canais de marketing

Talvez um dos maiores desafios para quem está interessado em saber como fazer um plano de marketing digital seja justamente o de definir quais canais deverão ser priorizados, em quais deles você deve concentrar seus esforços e recursos.

Este processo é feito a partir de três pontos que já comentamos anteriormente, os objetivos da empresa com suas ações de marketing digital, análise da concorrência e também a Persona de Marketing.

É necessário entender o ambiente em que se darão as suas ações logo nas primeiras etapas do planejamento de marketing digital, justamente porque precisamos definir quais seriam os canais digitais mais adequados para atingir o público com o qual queremos falar.

Basicamente temos atualmente seis dimensões em marketing digital:

    1. Marketing de busca – SEO e links patrocinados;
    2. Marketing de display – banners e outras situações;
    3. Marketing nas mídias sociais – Facebook, Instagram, Twitter e outras
    4. E-mail marketing – Campanhas de atração e relacionamento
    5. Marketing de conteúdo – Criação de conteúdo para geração de Leads;
    6. Marketing de afiliados – Programas de afiliados para venda de produtos.

Como fazer um plano de marketing digital envolve diretamente o gerenciamento dos recursos disponíveis, é necessário determinar, através das informações citadas anteriormente, quais seriam os canais mais indicados para usar em suas campanhas.

5 – Adequação do site

Um detalhe que muitas vezes escapa às pessoas que desejam saber como fazer um plano de marketing digital, é que nos dias de hoje, o site em si, desempenha papel fundamental no sucesso das suas ações de divulgação online.

Se você for pensar bem, um anúncio, por exemplo, só tem a função de levar pessoas para o seu site. A venda mesmo, a conversão fica por conta do site e seu conteúdo.

Além disso, uma simples visita ao seu site é uma oportunidade de geração de pontos de contato posteriores com clientes em potencial, e é por isso que é tão importante adequarmos o site às ferramentas de marketing digital.

Ferramentas como o Google Ads, Facebook Ads e outras, são capazes de identificar pessoas que já visitaram o seu site, ou uma determinada página dele, e exibir anúncios só para este grupo de pessoas, segmentando assim a veiculação, e reduzindo custos.

Se você acha isso difícil, não se preocupe. Essa captura de dados pode ser feita facilmente através de uma ferramenta chamada Google Tag Manager, que permite a você mesmo instalar as Tags de rastreamento sem precisar do suporte de um desenvolvedor.

Nunca me esqueço de uma vez, durante o processo de mentoria em marketing digital que eu estava conduzindo junto a um cliente, em que ele enfrentou uma séria objeção do desenvolvedor do site para a implementação dessa ferramenta.

O problema é que como ele cobrava por qualquer mínima alteração no site, não queria perder essa chance de faturar. Depois de argumentar de forma mais incisiva, o cliente acabou determinando a instalação do Tag Manager e pronto.

Atualmente, quando ele precisa instalar uma tag de rastreamento, seja de remarketing ou conversões no Google Ads ou Facebook, ele não precisa mais ficar implorando ao desenvolvedor para executar essa modificação. Ele mesmo faz, sem saber um pingo de programação.

Esse episódio foi até bom, porque depois dessa situação, resolvi criar uma aula prática sobre a instalação do Google Tag Manager, no módulo sobre adequação do site, em nosso Curso de Marketing Digital. Pronto, encerrado o mistério.

6 – Definição dos canais digitais a serem usados

Atualmente temos diversas opções de canais digitais para veicularmos nossas ações publicitárias, mas isso não quer dizer que as empresas precisam usar todos ele para atingirem seus objetivos.

Como fazer um plano de marketing digital também envolve a otimização de recursos, buscando sempre aqueles canais de maior retorno, saber definir quais seriam as mídias mais adequadas para cada caso é fundamental.

Este é um ponto em que deixo muito claro quando estou desenvolvendo um programa de mentoria em marketing digital, pois muitos dos mentorados ainda têm na cabeça de que é preciso estar presentes em todos os canais.

Como já dizia Miltom Nascimento em sua música Nos Bailes da Vida, “Todo artista tem de ir aonde o povo está”, e em termos de marketing digital é a mesma coisa. Você precisa estar presente nos canais em que o seu público utiliza.

Quando na etapa inicial do planejamento fazemos uma análise da concorrência, já temos uma boa ideia de quais canais seriam mais indicados para se obter os resultados esperados.

Além disso, o próprio segmento de atuação da empresa já nos dá uma boa ideia de qual rumo seguir. Se a empresa apresenta uma solução para uma necessidade, o caminho mais indicado é o investimento em marketing de busca.

No caso de empresas que satisfazem a um desejo, e seus produtos possuem um forte apelo visual, o caminho mais indicado são as mídias sociais.

7 – Plano de monitoramento de acessos e conversões

Desenhada a estrutura principal, é hora de começar a pensar no monitoramento de dados de acesso e resultados das ações de marketing. Como fazer um plano de marketing digital significa também acompanhar resultados, isso é fundamental.

Nesta etapa você irá contar com uma ótima ferramenta que é o Google Analytics, sistema gratuito oferecido pelo Google que permite a você monitorar todos os acessos do seu site e principalmente, a taxa de conversão de cada uma das ações de marketing.

São os relatórios de resultados que servirão de base para a avaliação de resultados de campanha e a promoção de ajustes que se façam necessárias.

Estou apresentando aqui como fazer um plano de marketing digital, mas devo deixar claro que na verdade ele nunca está acabado, pois estamos sempre reavaliando e fazendo correções de rumos, justamente para extrair o máximo do nosso investimento em marketing digital.

8 – Cronograma de implementação

Definidas as principais etapas de como fazer um plano de marketing digital, com um plano de ação, objetivos bem determinados, público especificado e canais de marketing definidos, é hora de colocar em prática o seu plano de marketing digital.

Estabeleça um cronograma de execução, pois configurar ferramentas e criar conteúdo consome tempo e esse é um fator que pode atrasar seus resultados. Estabeleça datas para a execução, pois o que não tem data não acontece.

Agora que você já tem uma ideia inicial sobre como fazer um plano de marketing digital, é uma questão de se estruturar, e começar a elaborar o seu. Sei que não é um processo rápido, mas cada minuto investido será regiamente recompensado.

Por Alberto Valle

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Participe você também do Marketing Job

Faça seu cadastro como freelancer gratuitamente em nosso site, e publique seus pacotes de serviços na área do marketing digital e outras relacionadas em nossa plataforma

Deixe seu comentário