fbpx

Quanto cobrar pelo trabalho nas redes sociais

Quanto cobrar pelo trabalho nas redes sociais

Quanto cobrar pelo trabalho de redes sociais

Quanto cobrar pelo trabalho nas redes sociais

Uma dúvida comum entre freelancers é justamente quanto cobrar pelo trabalho nas redes sociais, uma das especializações mais requisitadas no mercado de trabalho nos últimos tempos.

Se você está em busca de uma resposta simples e rápida para um cálculo complexo, sinto muito, mas a resposta imediata é o honesto e inevitável: depende do trabalho para o qual você for contratado.

O trabalho freelancer nas redes sociais não é uma Commoditie, com um valor fixo, uma “tabela de preços”. Para definir o preço que você deverá cobrar, é necessário analisar cuidadosamente todos os fatores envolvidos para chegar a um valor justo. Por exemplo, gestão de redes sociais é uma coisa, configuração de canais é outra completamente diferente.

O trabalho em social media é sempre único, específico e original. Por isso, generalizar a questão de valor a ser cobrado é impossível. Determinar o quanto cobrar pelo trabalho nas redes sociais depende do que estará envolvido.

Pode até parecer irritante, mas esta é a resposta mais precisa que eu posso dar, mas não vou parar por aqui. Vou mostrar a você o que se deve levar em consideração na hora de precificar o trabalho nas redes sociais de maneira técnica e justa.

Como calcular o quanto cobrar pelo trabalho nas redes sociais

Bem, como eu disse anteriormente, a precificação do trabalho nas redes sociais, envolve diversos fatores. Por isso, vamos destrinchar cada um desses elementos para que você possa chegar a um preço justo.

Neste cálculo, vamos levar em consideração os seguintes fatores:

Pronto para fazer contas? Então vamos lá!

1 – Calculando os seus custos fixos

Em contabilidade, chamamos de custos fixos, aqueles que uma empresa, e quando você trabalha como freelancer, no final das contas você é uma verdadeira empresa, terá que incorrer, produzindo ou não.

Quais são os custos fixos de um freelancer de redes sociais? Como exemplo, vou listar alguns deles:

  • Locação do espaço de trabalho, se você não trabalhar em um home office;
  • Custos com telefone fixo e móvel;
  • Valor pago para ter acesso à Internet;
  • Ferramentas de gerenciamento de redes sociais;
  • Cursos de aperfeiçoamento;
  • Outras ferramentas necessárias para desenvolvimento do trabalho.

 

Estes basicamente serão os seus custos fixos que deverão ser rateados proporcionalmente entre todos os projetos que você estiver executando.

Na hora de calcular quanto cobrar pelo trabalho nas redes sociais, para chegar a um preço justo e competitivo, você precisará atribuir a proporção correta de custos fixos a cada projeto, em função do total de horas que ele demanda.

É importante manter os seus custos fixos sob intenso controle, pois como nas empresas, eles podem ter um impacto muito grande em sua rentabilidade.

Quanto cobrar pelo trabalho nas redes sociais

2 – Como calcular os custos variáveis de cada projeto

Essa é sem dúvida a parte mais complicada de todo o processo, pois você terá que calcular com precisão o trabalho que cada projeto irá demandar. É bem chato, mas fundamental para se chegar a um preço justo e competitivo.

Vejamos então o que você precisa determinar em termos de custos variáveis, para poder calcular quanto cobrar pelo trabalho nas redes sociais:

  • Tempo investido na etapa de planejamento estratégico;
  • Tempo investido na etapa de definição de público-alvo;
  • Quantidade de horas trabalhadas para a criação e configuração de páginas e perfis;
  • Custo de produção de elementos gráficos;
  • Investimento na criação de conteúdo texto para as publicações;
  • Investimento em mídia paga;
  • Tempo necessário para interação com os seguidores da marca;
  • Horas trabalhadas para a análise de dados e geração de relatórios.

 

Como você pode perceber, a hora trabalhada é a variável básica para a definição de todos estes parâmetros. Sem ter este valor muito bem definido, todo o resto estará comprometido.

Por isso, vamos passar agora para a determinação do valor da sua hora de trabalho, para podermos então juntar tudo e definir o valor bruto final.

3 – Calculando o valor da sua hora de trabalho

Um freelancer de redes sociais vende basicamente dois produtos: o seu conhecimento e o seu tempo. Como o valor do conhecimento é intangível, o melhor caminho para se determinar o quanto cobrar pelo trabalho em mídias sociais é trabalhar com a hora trabalhada.

O problema é que cada profissional atribui um valor diferente à sua hora de trabalho. Profissionais mais experientes, com um portfólio consolidado, costumam cobrar mais caro por hora trabalhada.

Já quem está começando, até mesmo para estabelecer uma clientela inicial, tende a cobrar um valor menor, justamente para atrair seus primeiros clientes e começar a construir seu portfólio.

Seja como for, o fato é que para você determinar quanto cobrar pelo trabalho nas redes sociais, precisa antes de tudo calcular o valor da sua hora trabalhada.

Como já demonstrei em um artigo anteriormente publicado aqui no Marketing Job, sobre a precificação do trabalho em marketing digital, este cálculo, apesar de exigir diversos inputs, é na verdade bem simples.

Em primeiro lugar, defina os seguintes parâmetros:

  • Quantas horas por dia você trabalhará em seus projetos freelancer em redes sociais?
  • Quantos dias por semana você pretende trabalhar?
  • Quantos dias de férias você deseja tirar por ano?
  • Quanto você deseja ganhar mensalmente com o seu trabalho?

 

Esta é a parte em que você vai calcular o seu retorno líquido, ou seja o quanto irá cobrar pelo trabalho em redes sociais para ter a renda que você deseja.

Quanto cobrar pelo trabalho nas mídias sociais

4 – Os malditos dos impostos

Existem três coisas inevitáveis na vida: A morte, o Miojo Lamen e os impostos. Depois de fazer a calculeira toda que acabamos de mostrar, para definir de maneira correta quanto cobrar pelo trabalho de marketing nas redes sociais para chegar ao lucro que você deseja, é necessário calcular os impostos que irão incidir sobre o seu trabalho.

Neste caso, vamos trabalhar com duas opções. A primeira é para quem trabalha como freelancer pessoa física.

Para quem está iniciando, esta pode ser até uma opção, mas na medida em que você for evoluindo, e consequentemente ganhando mais, passa a ser um verdadeiro pesadelo, pois a alíquota do imposto pode chegar até 27,5% 😱.

É por isso que sempre indicamos que o freelancer se transforme em MEI – Microempreendedor Individual, pois a alíquota é bem menor e a burocracia também.

O único problema em ser MEI é que quando você começar a faturar mais que R$ 6,75 mil por mês, ou seja, R$ 81 mil por ano, terá que abrir uma empresa.

O enquadramento tributário é fundamental para quem deseja saber quanto cobrar pelo trabalho nas redes sociais, chegando a um valor real, e não a uma estimativa antes dos impostos, pois gostando ou não, você terá que pagá-los.

5 – Fechando o cálculo

Para determinar quanto cobrar pelo trabalho nas redes sociais, basta que você some o quanto você deseja ganhar líquido, mais os seus custos fixos e variáveis, e divida pelo número de horas que você pretende trabalhar por mês.

Eu pessoalmente, gosto de fazer este calculo em uma base anual, por causa da quantidade de feriados que temos no Brasil e também para definir as férias em base anual, como deve ser. Desta forma, acabo com um valor justo e preciso para o ano todo.

Com este valor calculado, na hora de analisar as oportunidades de trabalho freelancer em redes sociais, poderá saber se vale ou não a pena se candidatar a este job.

Agora que você já sabe definir quanto cobrar pelo trabalho nas redes sociais, é uma questão apenas de definir valores e fazer seus cálculos. Mantenha-se atualizado assinando a nossa Newsletter.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Participe você também do Marketing Job

Faça seu cadastro gratuitamente em nosso site, como freelancer ou então publicando seu projeto de trabalho

Deixe seu comentário